25 Jun

Top 5 Restaurantes do Mundo

Por Lia Quinderé em 25/06/2012 às 9h49m

» Comentário (0)


(Foto: René Redzepi, chef do Noma)

A dica do blog hoje vai deixar todo mundo com água na boca! É que recentemente, a revista inglesa Restaurant elegeu os 50 melhores restaurantes do mundo e o blog hoje destaca os top 5!! Com muito orgulho, temos um brasileiro entre eles!
Segue o ranking:

1º Lugar: Noma
O restaurante fica na capital da Dinamarca, Copenhagen, é inovador, inventivo e revolucionário. Lembra o El Bulli do Ferran Adriá. O chef, René Redzepi (foto acima), tenta trabalhar com produtos naturais. Tem que estar disposto à provar de tudo!!! O Menu custa em torno de 200 Euros.

E abaixo o prato de Iogurte de leite de ovelha, com granito cor de canela e sementes de Anis selvagem.

2º Lugar: El Celler de Can Roca
Alguns defendem ser este o melhor do mundo. O fato é que não é ainda… Ficou em segundo lugar o restaurante dos chefs Joan, Jordi e Josep, que fica em Girona, na Espanha. A cozinha se apóia em clássicos e tem seus pratos criados de forma inteligente. O serviço é gentil e a comida muito saborosa. Menu por 160 Euros.

Um restaurante completo!

Linguado com cinco molhos em um ponto perfeito.

3º Lugar: Mugaritz
Autêntico, o chef Andoni Luis Aduriz, pesquisa muitas técnicas culinárias diferentes. Aqui a gastronomia é uma arte. O restaurante fica no alto das colinas de Errenteria, na Espanha. Lá você vai comer muitas flores comestíveis. Ele tem um quê de intelectual.

Este prato é o Carpaccio Vegetal.

4º Lugar: DOM
Nosso orgulho, o brasileiro de Alex Atala, ficou entre os 5 melhores do mundo! As criações do chef, ex-punk, roqueiro, são elegantes e se utilizam de ingredientes locais diferentes. A humildade e simplicidade são características fortes desse brasileiro bem sucedido. O restaurante fica em São Paulo e o Menu Degustação custa R$ 400,00. Vale a visita!

Sobremesa do D.O.M

5º Lugar: Osteria Francescana

Italiano, o restaurante do chef Massimo Bottura, mistura oriente com ocidente. Ë um moderno com os olhos no antigo. Sediado em Modena, na Itália, o restaurante prepara os pratos com muita criatividade. O Menu custa em torno de 20

Robalo com pelo crocante com molho de coelho e porco
Gostaram?? Eu desejei ir em cada um desses lugares!!! Bjos e até a próxima pessoal!!!


Veja mais!

Tags: , , , , ,

20 Jun

Forneria San Paolo

Por Lia Quinderé em 20/06/2012 às 9h38m

» Comentários (2)

Em São Paulo, esses dias, fui à Forneria. Não é a primeira vez que vou ao restaurante onde sanduíche é tratado como alta gastronomia. Adoro a Rua Amaury inteira. Badalada, a ruazinha é super charmosa e cheia de restaurantes bons. Daria pra fazer vários posts sobre os lugares que encontramos por lá. Mas o escolhido pra hoje foi esse cantinho italiano, concorrido, arrojado e refinado onde se come bem à qualquer hora do dia (almoço, lanche ou jantar).

O restaurante tem um menu extenso de sanduíches, feitos à moda italiana. Além deles, saladas, pastas, carpaccios e deliciosas sobremesas fazem parte do cardápio.
Fomos no sábado passado, eu, Rodney (meu irmão) e a Rafa (minha cunhada) almoçar. O Rodney, artista, quando chegou, tratou logo de tirar uma Nanquim da bolsa e começou a desenhar em cima do papel cobre mancha na mesa.

O Rodney pediu uma cerveja Brahma extra. Eu que não gosto muito de cerveja, adorei, por ser bem leve e suave, sem deixar o amargor no final. Eu pedi um suco de abacaxi com hortelã e a Rafa um de melancia. Os sucos estavam deliciosos também. Gosto de suco consistente, espumoso e gelado. E os de lá são assim.

Pra almoçar, o Rodney pediu o Tagliata, que são fatias de filé finas, mal passadas, com rúcula e parmesão. Servido com uma saladinha no meio. Delicioso. O filé, lembra um carpaccio, mas é um pouco mais grosso. Tem as bordas bem passadas, com o centro mais para mal passado. A Saladinha coroava o prato. Maravilhoso.

A Rafa pediu o Panini à La Forneria Clássico. É uma massa de pizza fechada, em formato de pão Baguete, com mussarela, tomate e manjericão. Muito bom. Salgado no ponto certo, o queijo vinha bem derretido e o manjericão dava o toque especial.

Eu pedi o Agnolotti di Capra, uma massa fresca, recheada com queijo chèvre (de cabra) com molho de tomate e manjericão. A pasta estava maravilhosa. O queijo de cabra dominava o sabor, então só indico para quem é fã do chèvre. Os tomates estavam bem cozidos, amolecidos e o manjericão na medida certa!

Pra finalizar o almoço, BEST FOR LAST, as sobremesas: Eu pedi Banana ao forno, são bananas douradas, com crocante de caramelos em cima e sorvete de canela. DIVINO.

A Rafa pediu o Cheesecake, uma tortinha de queijo com uma calda de frutas vermelhas. Também estava maravilhoso!

No final, ganhei um desenho lindo que o Rodney fez, olha que amorrrr!!! Rsrsrs

Gostaram?? Bjoos e até a próxima!!!

Mais informações:
www.forneria.com.br
Localização
Rua Amauri, 319 – Jardim Paulistano – São Paulo, SP
Telefone: (11) 3078-0099
Horários e dias de funcionamento
Domingo à Quarta: 12:00h às 2:00h
Quinta à Sábado: 12:00h às 3:00h

Formas de pagamento
Todos os cartões de crédito: Visa, Mastercard, Amex e Diners
Cartões de débito: Visa Eletron e Redeshop
Não são aceitos tickets

Estacionamento
R$ 20,00 (vinte reais)
Serviço de manobra própria com seguro de percurso e estacionamento.


Veja mais!

Tags: , , ,

15 Jun

III Banquete dos Chefs

Por Lia Quinderé em 15/06/2012 às 18h05m

» Comentários (3)

Pra quem AMA comer bem e ADORA Champagne, aí vai a dica de um super evento que vai acontecer no dia 23 de Junho em Fortaleza.
Os chefs Eduardo Sisi, do Moana e Charles Alexandrini, do Villa Alexandrini comandam o banquete que já está em sua terceira edição. Em parceria com a Veuve Clicquot, o almoço vai acontecer no Moana, com a presença dos chefs convidados Élcio Nagano, chef do Soho e uma tal de Lia Quinderé, que vos escreve nesse momento rsrsr. O gourmand Paulo Selbach vai participar também com uma Amuse que promete ser o magic moment.

Serão 08 pratos, entre entradas, pratos principais e sobremesas. Tudo isso regado à muita Champagne! Eduardo, Charles e Élcio, assinam 02 pratos cada um. E eu fiquei muito feliz de ter sido convidada a comandar as duas sobremesas… Já estou estudando bastante para levar ao Banquete, sobremesas surpreendentemente maravilhosas!!!
Serão apenas 80 vagas. O custo por pessoa é de R$ 295,00.
O Evento conta com o apoio da Nutrimar Pescados e da Fazenda Campomar, além do patrocínio da Veuve Clicquot.

Os Chefs:



Eduardo Sisi
– A paixão do chef pela culinária foi descoberta já na sua primeira experiência gastronômica, um restaurante familiar em São Paulo. Sisi passou uma temporada em Londres e voltou ao Brasil repleto de ideias adquiridas no contato com chefs de diferentes países, sobretudo, em grandes redes hoteleiras como Hilton, Marriot e Jumeirah Carlton Tower. À frente do Moana Gastronomia & Arte desde 2009, o chef foi o campeão do II Festival Internacional do Camarão da Costa Negra e atua na área que lhe dá mais prazer: a inovação, o requinte e a criatividade do melhor da culinária internacional com toques regionais.

Charles Alexandrini – O gaúcho de ascendência ítalo-germânica leva o amor à gastronomia no sangue. A paixão pela arte de comer bem, estimulada pelos pais e avós, levou Charles a participar de diversos cursos gastronômicos e de sommelier. Fundou uma confraria enogastronômica que culminou no charmoso restaurante Villa Alexandrini, surgido em 2009 com a proposta de receber com muito sabor, num espaço aconchegante e cheio de charme.

Élcio Nagano – Engenheiro mecânico e pós-graduado em administração, Élcio deu os primeiros passos na cozinha sob influência dos pais e avós japoneses. Foi graças ao incentivo da esposa, a nutricionista Miriam Kina, que enveredou na seara gastronômica. Seu primeiro restaurante em Fortaleza, o extinto Kingyo, foi eleito por nove vezes o como melhor restaurante japonês da cidade pelo júri da revista Veja Fortaleza. Hoje, o chef está à frente dos restaurantes Kina, La Boqueria e Soho, que também já foi eleito por duas vezes o melhor restaurante japonês de Fortaleza. Além dos restaurantes, Nagano divide seu tempo entre aulas de gastronomia japonesa no Senac e uma coluna gastronômica em um jornal local.

Lia Quinderé – Formada pela tradicional escola de culinária francesa Le Condon Bleu, a chef de pâtisserie Lia Quinderé possui especialização também em cake design pela Wilton School, de Chicago, e está constantemente estudando e apresentando novas delícias, capazes de impressionar o mais exigente paladar. Lia está a frente da Sucré Patisserie e assina uma coluna de gastronomia em um jornal local.

Paulo Selbach – Com alguns cursos para gourmets e roteiros gastronômicos pelo Brasil e exterior no currículo, o empresário e gourmand Paulo Selbach é um entusiasta da boa culinária e da cozinha experimental e se une ao quarteto de chefs para mostrar o talento dos não-profissionais que amam a arte da gastronomia.

Serviço
III Banquete dos Chefs no Moana Gastronomia & Arte
Data: 23 de junho
Horário: das 12h30 às 16h30
Valor por pessoa: R$ 295,00. Reservas com até 48h de antecedência
Endereço: Avenida Beira Mar, 4260 – no Golden Flat Fortaleza
Mais informações: (85) 3263.4887 | 3267.1049


Veja mais!

Tags: , ,

11 Mai

Na mesa com Chandon e Villa Alexandrini

Por Lia Quinderé em 11/05/2012 às 15h21m

» Comentários (3)

Essa semana fui convidada pela Chandon para um almoço super exclusivo, no Villa Alexandrini, do Chef Charles Alexandrini, em Fortaleza. O evento contava com a presença, mais que ilustre, do Philippe Mével, diretor de enologia da Chandon, que harmonizou a refeição inteira com espumantes da marca.

Fazer esse exercício de harmonização foi muito divertido. A teoria é a mesma da harmonização com vinhos. Comece pelos mais leves, passe para os mais encorpados e finalize com alguma coisa mais doce.

O Chef Charles, que comandou o menu, arrasou. Impecável!

Começamos com a Chandon Réserve Brut como aperitivo. Ela tem uma cor delicada verde amarelada e reflexos dourados. O aroma é de características florais e frutadas e dá uma nítida sensação de frescor. Perfeita para acompanhar amuse-bouches (finger foods).

De entrada o chef nos preparou o Camarão Tropical, salteado na frigideira com abacaxi e um toque de creme de leite e leite de côco. Acompanhava duas fatias de pão de côco. O camarão estava perfeito, cozido no ponto certo. Macio e muito fresco. A combinação do abacaxi com o côco é excelente. O pão estava fresquíssimo.

Para harmonizar: Chandon Riche Demi-Sec. De cor amarelo-esverdeada, borbulhas finas e numerosas. Aroma frutado, lembrando doce de laranja e frutas secas. Tem uma boa acidez e sensação de cremosidade.
O 1º prato era o Peixe da Villa, filé de peixe grelhado, com risoto de frutas flambadas no espumante e um leve toque de menta, parmesão e manteiga. Maravilhoso. O peixe estava bem fresco. O chef costuma ir buscar os peixes na fonte, todos os dias de manhã cedo. E isso garante o frescor e a qualidade dos pratos. Sabe aquele peixe, que você não precisa nem de faca? Ele desmancha facilmente no garfo? Pois é. Divino!

Harmonizava com a Chandon Brut Rosé. Minha preferida sem dúvidas. É cor de rosa, cor vibrante e sedutora, é produzido em pequenas quantidades e possui uma riqueza de aromas de frutas e sabores (cereja, morango e notas de maçã vermelha). As mulheres geralmente adoram as Rosés.

O 2º prato era o Filé Delicado, filé suíno, marinado nos temperos da Provance e purê delicado de batata baroa, levemente amanteigado. Confesso que tive receio, por ser carne suína (não sou muito fã). Mas me surpreendeu! Super macia a carne e muito bem temperada.

Para harmonizar, o enólogo, Philippe, sugeriu a Excellence par Chandon Cuvée de Prestige. Cor clara e reflexos dourados. Borbulhas abundantes e de tamanho pequeno. Tem um aroma intenso (mel, canela, amêndoas, baunilha). Tudo muito elegante e delicado. Essa linha Excellence é uma espumante mais especial.

E por último, de sobremesa, um Maracujá em mousse. Maracujá levemente cozido com leite condensado e batido com creme de leite fresco. Estava leve, delicado e refrescante como todo mousse deve ser.

A harmonização foi perfeita. Com o Chandon Passion. Ele é perfeito para acompanhar sobremesas. A cor é mais vibrante que o Rosé, uma cor avermelhada. Aroma meio doce, com toques de maracujá, lembrando levemente o pêssego e com toques florais de rosas. Ainda pode ser servido com uma pedra de gelo! Para os que estão no verão, como nós, fica muito refrescante.

E aí? Ficaram com água na boca??

A tarde foi super divertida, com pessoas agradáveis, queridas e simpáticas. Adorei!

Na foto: Magno Freitas da Chandon, eu e Inara de Almeida (Super RP)

Eu e o Enólogo francês Philippe Mével

O Chef Charles Alexandrini e eu.

Mais informações:

www.chandon.com.br
(detalhe que é preciso ser maior que 21 anos para entrar no site)

www.villaalexandrini.com.br
Rua Frederico Borges, 81 Fortaleza – CE, 60175-040
(0xx)85 3267-1049
Funciona de segunda à sábado.


Veja mais!

Tags: , , ,