04 Mai

Um convite especial

Por Lia Quinderé em 04/05/2012 às 10h03m

» Comentário (0)


Pra quem está no Rio, segue a dica! O chef Claude Troisgros, vai receber no restaurante dele Olympe, o chef Colagreco, do Mirazur, que fica em Menton, na França. O restaurante dele tem 02 estrelas no guia Michelin e está classificado entre os 50 melhores restaurantes do mundo! O evento é dia 07 e 08 de maio e é necessário reservar. Mais informações sobre o chef: www.maurocolagreco.com


Veja mais!

03 Mai

Livro Ladurée

Por Lia Quinderé em 03/05/2012 às 13h33m

» Comentários (5)

Quem me conhece sabe que sou APAIXONADA por Paris. É amor mesmo!!! E sempre que tenho a oportunidade de ir, trago na mala muitooos livros! As pessoas costumam trazer maquiagem, bolsa, sapatos, roupas… Mas eu trago sempre muito chocolate, biscoito, macarons e LIVROS!

Na minha última visita à Paris fui fazer uma visita à Ladurée, uma das minhas Patisseries favoritas. Tenho muito carinho pela Ladurée porque meus professores da faculdade eram, na maioria, chefs de lá… Então compartilho de muitas receitas da casa.

Entrei na Patisserie em busca de novidades, procurando algo de novo para comer. E não é que me dei de cara com um livrinho a minha cara!

O livrinho vem nessa caixinha linda, que tem o nome Sucré na capa!! Sucré, além de ser a marca da minha Patisserie, significa açucarado, doce, em francês. Digam se eu ia resistir em não comprar???

Ele é todo ilustrado, e vem com as receitas seguidas das fotos…

Tem desde receitas básicas da Patisserie à receitas mais complexas…

Eu já fiz várias delas, inclusive essa Tarte Tatin. Depois posto detalhes da minha aventura ao fazê-la e como ficou…

O meu é em Francês!! Mas descobri que o Senac traduziu e lançou ele igualzinho em Português. Ainda tem a versão Salet, que traz receitas salgadas.

Ele não é vendido em qualquer livraria. Mas tem no site deles. Além de você encontrá-lo nas lojas da Ladurée também. A versão do SENAC vende na loja online www.editorasenacsp.com.br/Editora
Depois vou dedicar um post à Patisserie mais famosa do mundo! Aguardem!!

Bjooos e até a próxima!!


Veja mais!

Tags: , ,

30 Abr

Rodízio de Pizza caseira em Forno à lenha

Por Lia Quinderé em 30/04/2012 às 13h30m

» Comentários (21)

Um dos programas favoritos da minha família é ir pra fazenda. E é sagrado aos sábados à noite, quando estamos lá, fazermos um rodízio de pizza. A criatividade toma conta de mim, quando me arrisco à assumir o fogão nesses dias… O que tiver na cozinha disponível como ingrediente, vira pizza!

Pra elas ficarem ainda mais gostosas, é importante ter o forno à lenha disponível. E lembrar de acendê-lo bem cedo, pra que ele fique bem quente. Mas não desistam de fazer o rodízio se não tiverem o forno. No forno convencional também fica uma delícia!!

Já fizemos uma vez, eu e o Marcelo, meu irmão, que também adora cozinha, a massa da pizza. Mas dá muito trabalho… Sempre temos optado por levar a massa pronta. É lógico que pra isso, você precisa ter um fornecedor de massa de pizzas bom! Em Fortaleza a gente sempre compra as massas da Padaria Ideal. A padaria é de um primo nosso, e meu pai conta, que o tio dele, quando começou a padaria, contratou um pizzaiolo de fora só pra desenvolver essa massa. Olha que valeu à pena! A massa realmente é na espessura perfeita, bem macia e crocante ao mesmo tempo…

Bom, pra começar eu fiz um molho de tomate bem especial (receita vai no final do post). Depois, regamos as massas com um fio de azeite, e colocamos no forno à lenha pra pré-assar. Depois cobrimos elas com o molho de tomate e depois colocamos o recheio de cada Pizza. Importante colocar orégano em todas as pizzas! Essa erva especial dá o gostinho da Itália!!!

Fiz uma de tomate cereja, com mussarela e manjericão. Essa foi a campeã. Muito gostosa.

Outra de pepperoni, com mussarela e requeijão.

Uma mais tradicional, de tomate, mussarela e manjericão.

Uma para os mais lights de mussarela de búfula, tomate seco e rúcula. Lembrando de na hora de levar ao forno tirar as rúculas, senão elas murcham… Depois que o queijo tiver derretido, você serve com as folhas.

E uma que também foi muito elogiada, de quatro queijos. Usei gorgonzola (um pouquinho só porque o queijo já é bem forte), mussarela, catupiry e ementhal.

Enquanto eu fazia, meu pai tocava violão. Ele adora tocar e eu adoro escutar… rsrsr

E finalizei com as pizzas doces. Nessas, eu não coloco nem azeite, nem o molho de tomate, lógico. Fiz uma de queijo com goiabada. Usei requeijão.

E a outra eu usei brigadeiro. Servidas com sorvete ficam uma delícia.

Segue a receita do molho de tomate mais gostoso do mundo! Eu aprendi esse molho com um italiano amigo dos meus pais, quando eu tinha uns 18 anos, e eu nunca esqueci…
Molho de tomate mais gostoso do mundo:
Azeite
08 Tomates sem semente
02 cebolas
02 dentes de alhos
01 pitada de coentro fresco
Orégano
Ketchup à gosto
01 col. de chá de mostarda
Sal à gosto
04 col. de Açúcar (esse é um segredinho especial, o açúcar tira a acidez do tomate e deixa o molho levemente adocicado)

Modo de preparo:
Refogue no azeite a cebola e o alho picados. Depois que estiverem translúcidos, acrescente mais azeite e os tomates cortados em cubos, sem as sementes. Misture e deixe o tomate amolecer no azeite. Não acrescente água! Deixe que o próprio tomate vai liberar a água que está contida nele. Adicione depois o ketchup, o coentro, a mostarda e o orégano. Coloque o açúcar. E por ultimo o sal à gosto. Vá provando para ver se o sal já realçou o gosto dos ingredientes… Deixe em fogo baixo até que os tomates estejam bem macios. E voilà!
Esse molho serve pra tudo que leva molho de tomate. Pizzas, massas, filé ou até camarão…
Espero que tenham gostado das dicas! Depois quero saber quem se aventurou nas pizzas!! Bjos e até a próxima!!!


Veja mais!

Tags: ,

27 Abr

Restaurante Maní

Por Lia Quinderé em 27/04/2012 às 14h05m

» Comentários (4)

Esses dias em São Paulo, marquei de almoçar com duas amigas muito queridas, a Paty e a Lara. Queríamos ir à um lugar que nenhuma das três conhecesse, mas sinceramente foi difícil porque as três gostam muito de comer bem! Rsrs

Dentre às opções, escolhemos um que eu não conhecia, o Maní. Já havia visto muitos posts sobre o lugar e confesso que todos os elogios feitos à ele foram muito verdadeiros e merecidos.

O lugar é muito despretencioso. Rústico e minimalista. A cozinha é comandada pelo casal de chefs Helena Rizzo e Daniel Redondo.

A cozinha é inovadora e trabalha com produtos orgânicos (naturais, não cultivados com agrotóxicos).

Ficamos na varanda. Super agrádavel. E pra começar, a Lara pediu de entrada umas colheres de tomate cereja recheados com um creme de mussarela de búfula , manjericão e uma pequena crosta de parmesão (Capresi). Estavam maravilhosos!!

 

Eu pedi uma entradinha de rosbife com mostarda, servidas em um chip de batata bem fininho. Muito leve! E muito saboroso!

E a Paty pediu uns bolinhos de arroz com açafrão servidos com uma geléia de pequi. Como ela não gosta muito de pequi, ela pediu uma mostarda para acompanhar. Os bolinhos são bem macios e não são gordurosos.

Eu e a Lara pedimos como prato principal o Bobó de Camarão, que estava divino. O Camarão estava no ponto certo de cozimento. Muito macio. O Bobó estava desmanchando na boca… O prato acompanhava shitake (cogumelos), que estavam em perfeito equilibrio com o camarão.

A Paty pediu um Atum, que estava muito suculento e bem apresentado. Ela adorou. A beterraba é bastante presente nas criações dos chefs).

De sobremesa, a Lara pediu Brigadeiros, que vieram em um pratinho cheio de formiguinhas desenhadas, uma fofura! Brigadeiro cozido no ponto, na textura correta.

Os brigadeiros da Lara nós comemos as três, porque é impossível resistir à um bom brigadeiro…

Eu pedi uma sobremesa de espuma de nutela com sorvete de gengibre. Super leve e refrescante.

 

A Paty pediu um flan de queijo com sorbet de goiaba. Bem levinho e gostoso.

Nosso almoço foi especial! Adorei as companhias! Obrigada meninas!!

Categoria: Restaurantes
Especialidade: Cozinha contemporânea
Endereço: Rua Joaquim Antunes, 210
Bairro: Pinheiros / Vila Madalena
Tel.: (011) 3085-4148
Preço: $$$ (de R$ 91,00 a R$ 150,00)
Mais informações: www.manimanioca.com.br

De terça a sexta das 12h00 às 15h00
Sábado das 13h00 às 16h00
Domingo das 13h00 às 16h30
Segunda – Fechado
Obs.: Funciona também das 20h00 às 23h30 (quinta até 00h00, sexta e sábado jantar das 20h30 à 00h30). Domingo apenas almoço.
Acesso para deficientes físicos
Tem Wi-Fi
Manobrista (valet)


Veja mais!

Tags: ,