30 Abr

Expedição Fartura Gastronomia

Por Lia Quinderé em 30/04/2015 às 11h52m

» Comentário (0)

O fartura, o grande festival de gastronomia que vai acontecer em Fortaleza nos dias 19, 20 e 21 de junho, organiza expedições por varios estados do Brasil, conhecendo regiões, produtos, produtores, chefs, mercados e restaurantes. O resultado da pesquisa vai parar nos Festivais de Gastronomia que o projeto realiza.

No final de março a Expedição aconteceu em Belém, no Pará. E eu tive a honra de ser convidada à participar dessa edição.


Começamos em um domingo de manhã na Feira Ver o Peso.

A chef de cozinha Ilca Carmo, dona do restaurante Santa Chicória, nos acompanhou nessa visita e nos apresentou a riqueza daquela região. Um festival de cores, aromas e sabores. Conheci o Bacuri, uma fruta da familia do Cupuaçu, outro que tive a chance de provar in natura. Comemos castanha do pará crua, compramos um dos mil tipos de farinha d´água que eles possuem, ficamos com a boca dormente de comer jambu e conhecemos a história do tucupi. Incrível a diversidade da cultura gastronomica do Pará.

 

Depois do mercado, almoçamos no Remanso do Peixe, um dos restaurantes do Chef Thiago Castanho, o mais famoso da região. A minha escolha lá foi a caldeirada de camarão, com jambu. Maravilhoso!

Fomos às Docas, tomamos a cerveja de açai da Amazon Beer, comemos pastelzinho de pato no tucupi, depois jantamos no Lá em Casa. O menu degustação foi de pratos tipicos de Belém, do tacacá à maniçoba, a gente comeu.

A sobremesa foi sorvete na Cairú, a sorveteria mais famosa do Pará. E que não é para menos, foi dificil a minha escolha, mas tomei o sorvete de tapioca com açai. Textura Maravilhosa!

No segundo dia de expedição, fizemos o caminho do Açaí. As cinco da manhã, fomos à Feira de Nossa Senhora da Conceição, onde os Penconheiros (quem planta e colhe o açaí) vendem as rasas da fruta.

De lá, pegamos um barco até a Ilha do Combú, para ver como é o processo de colheita. Eles fazem com as folhas da palmeira, um instrumento chamado de peconha (daí o nome de peconheiro). Com o auxilio da peconha, nos pés, eles sobem os açaizeiros, uma especie de palmeira bem alta, colhem os galhos e descem. Após subir e descer em torno de dez vezes, eles selecionam as melhores frutas e vão enchendo as rasas. Cada rasa, eles vendem em média por 200 reais. De volta ao Continente, fomos até a fabrica do Ponto do Açaí, onde o Nazereno, proprietario da marca, nos mostrou o processo de feitio da polpa. O passeio terminou em um dos restaurantes do Ponto do Açaí, onde comemos Peixe com Açaí, muito tradicional em Belém.

No terceiro dia de expedição, o mais esperado por mim, fomos conhecer o chocolate do Combu. As filhas do Combu, cultivam o cacau amazônico, colhem o fruto, secam, fermentam e torram as sementes, e depois moem e transformam em chocolate 100% cacau.

Desse produto fazem barras, cacau em pó e brigadeiro de colher.

Depois de conhecer todo o processo do chocolate, fomos almoçar no Remanso do Bosque, o restaurante do Thiago Castanho. Comemos muito bem, tanto pratos principais, quanto sobremesas.

Depois foi hora de voltar pra casa. Trazendo na bagagem a cultura amazônica paraense. Foi uma experiência incrivel que vocês vão poder também conhecer um pouquinho dela no Fartura Fortaleza, que é uma promoção do Sistema Jangadeiro.

Dias 19, 20 e 21 de junho, no alto da torre de estacionamento do shopping Iguatemi expansão. Um beijo, fiquem com Deus e até a proxima.


Veja mais!

22 Abr

Thomas Troigros no Fartura Fortaleza

Por Lia Quinderé em 22/04/2015 às 23h30m

» Comentário (0)

O Fartura Fortaleza vai acontecer nos dias 19, 20 e 21 de Junho, no alto da torre do estacionamento da expansão do shopping Iguatemi. O evento é uma promoção exclusiva do Sistema Jangadeiro e vai trazer grandes nomes da gastronomia, com um público esperado de 12 mil pessoas. Você vai ter a oportunidade de conhecer a gastronomia do Brasil como um todo.

No espaço Chefs e Restaurantes, você vai provar das mãos dos chefs famosos, os pratos preparados por eles mesmos, ali. Não tem garçom, é das mãos dos proprios chefs que você recebe o seu prato, sem intermediarios.

Um dos nomes confirmados para vir à Fortaleza é o Thomas Troigros, que é a quarta geração de uma familia de cozinheiros importantes e estrelados. Recentemente ganhou 1 estrela do guia Michelin, com seu restaurante Olympe. O chef ainda comanda o TT Burger, que na minha opinião tem o melhor hamburger do Brasil.

 

E vai estar em Fortaleza, com a gente no Fartura! Ninguém pode ficar de fora!! A gente se vê lá!! Bjo, fiquem com Deus e até a proxima!!


Veja mais!

12 Abr

Fartura Fortaleza

Por Lia Quinderé em 12/04/2015 às 16h23m

» Comentários (10)

O Fartura é um grande projeto da gastronomia, que envolve viagens de Expedição, pesquisas de produtos, produtores e restaurantes, eventos em diversas cidades e canais de comunicação, como livros, filmes e ações nas redes sociais. É como se fosse um enorme guarda chuva, que abriga tudo que define gastronomia: regiões, produtos, pequenos produtores, industria, a distribuição, o comercio, as mesas dos grandes chefs, e por aí vai… Ou seja, tudo que esteja ligado à cadeia produtiva da gastronomia.


 

O projeto tem por base uma viagem ao Brasil, para explorar e pesquisar essa cadeia gastronomica, através da visita à produtos, produtores, chefs, etc. Já viajaram mais de 50 mil km, visitaram mais de 17 estados e 120 cidades. É chamada a Expedição Fartura. Depois, todo esse material colhido nas viagens, é levados à eventos gastronômicos como o Fartura BH e o Festival de Tiradentes.

Esse ano, Fortaleza ganhou um grande presente. É o Fartura Fortaleza, que vai acontecer nos dias 19, 20 e 21 de junho. Vai ser um grande acontecimento para nossa cidade. Vão ser mais de 70 chefs, restaurantes e produtores do Brasil inteiro. A idéia é que o publico experimente e conheça comidas, produtos, receitas, feitas por esses chefs e produtores, ao longo de 3 dias.

Estive presente como Chef convidada no Fartura BH, ano passado. Conversei com algumas pessoas que tinham ido pra conhecer o evento, e todas elas me disseram a mesma coisa, que quem vai, tem vontade de ficar lá o dia inteiro, almoçar, lanchar, jantar, beber, petiscar, provar, e provar de novo.

Imagina como vai ser legal? Nossa cultura gastronomica cearense, do feijão verde com nata, da tapioca, do carneiro, misturada à cultura gastronomica de outros estados? E os nomes de peso que vão vir, mas que ainda não posso revelar?? Rsrsrs

 

Já estou ansiosa! Vai ser demais!!!!

 

 

 

 


Veja mais!

06 Abr

Clubes Gastronômicos

Por Lia Quinderé em 06/04/2015 às 10h17m

» Comentário (0)

Se você curte comer bem, beber bem, receber em casa, ou mesmo se arriscar de vez em quando na cozinha, mas não tem muito tempo livre para sair garimpando temperos, ingredientes ou vinhos especiais, a solução pode ser pra você os clubes gastronomicos.

Eles funcionam como uma especie de assinatura de jornal, que você paga uma mensalidade e recebe o produto todos os meses. Parece ser divertido, porque você será sempre surpreendido com o produto que normalmente é surpresa.

O caderno Comida da Folha de Sâo Paulo, selecionou alguns desses clubes.

Alguns dos selecionados foram:

Wine.com.br

Para quem curte um bom vinho, o clube tem três tipos de assinaturas que podem ir de R$28 à R$115.


Beer Pack

Esse é para os amantes de cerveja! Dois ou três rótulos por mês e podem ir de R$49,90 à R$79,90.
 

Clube Bombay

A marca de temperos seleciona especiarias ou pimentas que serão enviadas mensalmente. A assinatura custa de R$50 à R$75.

OH! Minas

O clube escolhe os melhores produtos mineiros para enviar para seus assinantes. O custo sai de R$ 34,90 à R$76,90.

No site do caderno Comida você encontra além desses, mais alguns clubes disponíveis.

http://www1.folha.uol.com.br/comida/2015/04/1611307-clubes-gastronomicos-ganham-espaco-na-internet-com-produtos-selecionados.shtml

Eu faço parte do Wine e adoro ser surpreendida com rótulos diferentes todo mês.

 


Veja mais!