26 Nov

Batalha do Croissant

Por Lia Quinderé em 26/11/2012 às 10h53m

» Comentários (6)

Batalha do Croissant

Farinha, manteiga, leite, fermento, sal e açúcar juntos em suas proporções devidas, formam um Croissant. Pão característico, feito de massa folheada e muito popular na França. O segredo do bom croissant é ter uma crosta crocante, uma bonita cor dourada, as pontas devem ser descoladas do meio e o miolo claro, aerado e devidamente folheado.

Tenho uma prima, Luciana, que estuda cinema em Lille e veio pra Paris, passar o final de semana comigo. Um dos programas escolhidos por nós, foi sair em busca do croissant perfeito. Escolhemos as 4 Patisseries mais famosas por seu croissant.

Batalha do Croissant

Estudamos a rota no mapa, e saímos para a maratona que durou a manhã inteira!

Batalha do Croissant

A primeira pâtisserie foi a Eric Kayser. Ela é famosa por ter o melhor pão de Paris (isso nós vamos descobrir depois). Bisneto, neto e filho de padeiros, o Eric abriu a primeira loja em 1996 e hoje já possui mais de 80 lojas no mundo inteiro.

Batalha do Croissant

Compramos o croissant na loja da Rue D’assas, no 6ème.

Batalha do Croissant

Seguimos para o 12ème, onde se encontra uma pâtisserie maravilhosa (depois dedicarei um post exclusivo para ela) chamada Blé Sucré.

 

Batalha do Croissant

A Blé não é famosa no mundo turístico, talvez isso a torne mais especial do que já é. Mas é famosa no mundo da gastronomia. Fabrice Le Boudart, o Chef, depois de trabalhar em hotéis como Le Bistrol e Plaza Athénée, resolviu abrir sua própria Patisserie. E hoje é considerada por muitos como a melhor de Paris.

Batalha do Croissant

Chegamos lá, compramos o croissant, mas não conseguimos sair só com ele! Rsrrs saímos com trufas, barras de chocolate, caramelos…

Batalha do Croissant

 

Batalha do Croissant

O Chef Patissier é famoso pelos seus Macarons, mas tudo na Patisserie encanta. Tem várias lojas em Paris. A que fomos foi na Rue Bonaparte. Não tinha o croissant natural, mas compramos o à La Rose (o de rosas).

Batalha do Croissant

Ao sairmos do Hermé, fomos andando até a Rue de Cherche Midi, para a Poilâne, uma boulangerie maravilhosa.

Batalha do Croissant

Recheada de pães e biscoitos, a loja é ultra pequena e muito charmosa. Pedimos o Croissant e fomos à minha faculdade.

Batalha do Croissant

No jardim de inverno da faculdade, colocamos todos os croissants em cima da mesa, partimos e degustamos.

Batalha do Croissant

Croissant do Eric Kayser: Gostamos bastante dele. Era grande, robusto, dourado, bem aerado e bem assado.

Batalha do Croissant

Croissant da Blé Sucré: Perfeito! A Crosta super crocante, cor bonita, bem folheado, e um aroma de manteiga suave. Imcomparavel.

Batalha do Croissant

 

Croissant da Poilâne: achamos pequeno, não estava bem assado por dentro. A baguete realmente é a grande estrela da Boulangerie. Mas os outros croissants estavam bem melhores.

Batalha do Croissant

Croissant da Pierre Hermé: O croissant da Pierre Hermé é muito bom, mas como não tinha o natural, só o de rosas, ficou difícil comparar. Já é a segunda vez que vou lá procurar o Croissant Natural e não tem. Pena…

Batalha do Croissant

Sem a menor dúvida, o vencedor da Batalha do Croissant foi a Blé Sucré. O pão de lá é grande, crosta super crocante, bem assado por dentro, folheado perfeito e muito saboroso.

 

Visitem quando tiverem oportunidade!!

Bjos e até a próxima!

Mais informações:

Poilâne:

http://www.poilane.com/index.php?

Blé sucré:

http://www.qype.fr/place/169004-Ble-Sucre-Paris ou http://www.youtube.com/watch?v=r_nGpnWJG5g

Pierre Hermé:

http://www.pierreherme.com/

Eric Kayser:

http://www.maison-kayser.com/

 

 


Veja mais!

Tags: , , , , ,

20 Nov

MENU DU JOUR – TRUFAS DE ORIGEM

Por Lia Quinderé em 20/11/2012 às 13h37m

» Comentário (0)

Trufa de Origem

A Bélgica é famosa por ter o melhor chocolate do mundo. Cinco razões fazem disto uma verdade. A primeira é a qualidade das sementes de cacao utilizadas por lá. A segunda é o cuidado que eles têm no processo de moer e torrar os grãos. A terceira razão é a qualidade dos ingredientes que utilizam, especialmente o açúcar, que é produzido na própria Bélgica. A quarta é a porcentagem de cacao utilizada. O mínimo permitido para se chamar de chocolate é de 35%, e a média que se pratica por lá é acima de 43%. E a quinta e ultima razão, é  a prática (know-how) e a paixão de todos os produtores de chocolate, seja do mais modesto artesão ao maior produtor industrial.

As invenções belgas vão das barras de chocolate, chamadas de “bâton” aos Pralines, que são bombons de chocolate recheados em formatos diversos. Ir à Belgica é “respirar” chocolate. Por onde se anda em Bruxelas, Brugges ou Anvers, se encontra pequenas e grandes chocolaterias. E o consumo de chocolate na Belgica é de 5,8 kg por ano por habitante, 1,5 kg a mais que os suíços, também famosos por seus chocolates.

A dica de hoje é uma Trufa tradicional belga, feita com chocolate de origem controlada, para quem gosta de culinária de luxo!

 

Trufas de origem

 

Produtos que você vai usar:

 

480g de chocolate 72% (de alguma origem que você encontrar, Oeste da Africa, São Tomé ou Venezuela)

320g de creme de leite fresco

Uma pitada de flor de sal

250g de chocolate ao leite para cobrir

200g de cacao em pó

 

 

Prepare assim:

 

Derreta o chocolate de origem em banho maria, acrescente o creme de leite morno, e a pitada de flor de sal, e mexa. Deixe a mistura na geladeira por duas horas. Após o descanso, forme bolas pequenas com as mãos e deixe-as por mais meia hora na geladeira.

Derreta o chocolate ao leite. Mergulhe as bolas no chocolate derretido, retirando o excesso com o garfo de fondar, e passe-as no cacao em pó. E voilà!

 

  Bon Appétit!!!

 

Nível: Médio
DICA DA CHEF

Os chocolatiers mais populares da Belgica são: Neuhaus e Leonidas. Os que estão em voga (os mais hypes ) no momento, são Pierre Marcolini e Stéphane Leroux. O que mais entende de chocolate, dizem que é o Dominique Persoone. E se você tiver a oportunidade de ir à Belgica, não deixe de visitá-los. E em Brugges, vá ao Museu do chocolate!

 

Sites para quem se interessar mais pelo assunto:

www.marcolini.be

 

www.neuhaus.be

 

www.dominiquepersoone.be

 

www.leonidas-chocolate.com


Veja mais!

Tags: , , ,

12 Nov

Sonhar Acordado

Por Lia Quinderé em 12/11/2012 às 13h49m

» Comentário (0)

Sonhar Acordado

Oi, gente! Hoje venho aqui pra falar sobre o projeto “Sonhar Acordado” o qual sou coordenadora e quero compartilhar a ideia com vocês!

O Sonhar Acordado é um projeto que nasceu no México, em 1998, quando um jovem de apenas 18 anos se deu conta de que poderia fazer a sua parte para um mundo melhor com um gesto muito simples: proporcionar que crianças carentes desfrutassem verdadeiramente de suas infâncias. Desde então, o projeto se expandiu, sendo difundido no mundo todo por milhares de jovens voluntários que também entenderam a importância e a magia contida no ato de brincar. Para as crianças, brincar não é apenas se divertir. Brincar é a forma que os pequeninos encontram para se relacionar com o mundo, desenvolvendo-se e se tornando adultos melhores.

Em Fortaleza, o Sonhar Acordado atua desde 2001, realizando atividades que promovem a infância e proporcionam às crianças assistidas a chance de esquecerem suas duras realidades e “serem crianças”, brincando, correndo, pulando e, principalmente, sorrindo. Durante todo o ano, são desenvolvidas atividades educativas e culturais na própria comunidade, além de ações de lazer fora das escolas, como o Dia do Sonho e a festa de Natal. Para celebrar as ações desenvolvidas durante o ano, no dia 02 de dezembro, no Siará Hall, será realizada a tão sonhada Festa de Natal que terá como tema: “Fábrica dos Sonhos”. A Festa contará com cerca de 1.300 pessoas, dentre crianças e voluntários, num ambiente com decoração temática, muitas brincadeiras, lanches variados e muita animação e alegria. Ao final do dia, o momento mais esperado: a chegada do Papai Noel e a distribuição de presentes para todas as crianças.

Sonhar Acordado

 

Nesse ano, decidimos sonhar ainda mais alto e ajudar o Papai Noel a presentear nossas crianças com 500 bicicletas e, com isso, colocar sorrisos em 500 lindos rostinhos.

Para isso, contamos com a sua colaboração através de doações para a aquisição de 500 bicicletas que podem ser feitas através do site Barato Coletivo. Tais doações podem variar de R$ 5,00 até o valor que você desejar, tudo para ajudar a fazer o Natal de 500 crianças mais feliz! Basta clicar no link abaixo!

http://www.baratocoletivo.com.br/fortaleza/barato/doacao-sonhar-acordado-da36b647

Contamos com a sua participação e desde já, muito obrigada!!!


Veja mais!

Tags:

08 Nov

Penne, Camarão e Queijos especiais

Por Lia Quinderé em 08/11/2012 às 10h47m

» Comentários (8)

Penne, Camarão e Queijos Especiais

No ultimo feriado, na casa de serra da minha família, resolvi ir pra cozinha fazer o jantar do sábado à noite. Grande responsabilidade. A casa estava cheia de primos especiais. O menu escolhido foi Camarão. Queria usar um camarão da Fisgo gigante que havia comprado.

Fiz uma massa, penne, um molho de queijos especiais (super fácil de fazer) e camarões salteados no gengibre. Acho que todo mundo gostou bastante. O meu termômetro para isso, é ver as pessoas se levantando para repetir! Rsrsrrss

Postei uma foto no instagram e muitas pessoas me pediram pra compartilhar a receita. Então aí vai! Espero que gostem!!

Penne, Camarão e Queijos Especiais

Produtos que você vai usar:

 

Massa

01 kg de Penne

Camarão

01 kg de Camarão Fisgo grande, cru, limpo e sem casca

01 raiz de gengibre

04 dentes de alho

Sal à gosto

 

Molho:


1 pct de creme de queijo em pó (desses prontos, que vende no saquinho)+01 l de água

100g de queijo Gruyère
100 g de Queijo Roquefort
100g de Queijo Ementhal
01 pct de fondue de queijo

300ml de Creme de leite fresco
Prepare assim:

Massa

Ferva a água com sal à gosto e algumas gotas de azeite. Deite a massa aí. Espere o tempo de cozimento, que pode variar de marca para marca. Quando estiver ao dente, retire, escorra e adicione manteiga.

Camarão

Em uma frigideira grande, coloque azeite, alho, sal e gengibre. Coloque os camarões aos poucos, salteando-os, sem que fritem demais.

 

Penne, Camarão e Queijos Especiais

O ponto correto é até que fiquem macios e levemente rosados. Vá adicionando mais azeite, alho, sal e gengibre, à medida que for retirando e repondo os camarões. Reserve-os.

Molho

Refogue no azeite o alho. Adicione 01 litro de água e 01 pacote do creme de queijo. Mexa até dissolver. Adicione os queijos cortados em pedaços pequenos. Mexa para que derretam. Por ultimo, adicione o fondue de queijo. Continue mexendo até que engrosse um pouco. Adicione o creme de leite e a noz moscada à gosto.

Montagem

Misture o molho com os camarões e sirva quente em cima do penne.

Ofereça queijo parmesão ralado à parte.

Voilà!

Bon Appétit!!!

 DICA DA CHEF

1.    Nunca use queijo ralado de pacote. Não tem o mesmo gosto que o fresco ralado minutos antes de ser servido.

2.    Uma dica para saber se o penne está cozido é tirá-lo da água e parti-lo, se ele estiver cru, você verá uma linha branca interna, na parte que cortou. Se a linha branca não aparecer, é sinal que está no ponto. 

3.    Importante não deixar o penne cozinhar demais e passar do ponto. Massa mole demais é um horror! Rsrsr

4.    Se existir na família, pessoas alérgicas, deixe o camarão à parte, para que as pessoas se sirvam só do molho de queijos.

 

Espero que tenham gostado!!! E experimentem fazer! Depois quero saber das experiências!!! Bjos e até a próxima!!!


Veja mais!